Catálogo

Suturas. Um Breviário – Daniel Link

Se existe uma literatura pop, essa literatura atravessa, como se à deriva, todas as categorias da subjetividade e inclusive categorias como a category e a literary fiction: uma literatura que é completamente estranha (ou melhor: que finge sê-lo) à competição entre arte e cultura, à guerra entre mercado e museu (ou universidade), aos processos de […]

Fala, Poesia – Tamara Kamenszain

Não é que mudem os nomes dos poetas que você lê, esses são sempre os mesmos. O que vai mudando é o modo de lê-los, acho que isso é que é, para mim, escrever crítica, um registro de leituras. Voltar sempre a essa família de escritores que leio cada vez de uma maneira diferente, esse […]

Amazônia & Co. – Rafael Cippolini

Com transe, não me refiro – não apenas – à consciência alterada, a este estado psicológico em que a experiência modifica a percepção e a noção de contexto. Me refiro, mais exatamente, ao trânsito, verbal e conceptual, de distintos estados de ficção nos quais nos encontramos submersos. É minha postura: não creio que esteja me […]

A Pequena Voz do Mundo – Diana Bellessi

A experiência da poesia é nosso direito, não apenas no início de nossas vidas, mas também ao longo de todas as nossas existências. Uma experiência regeneradora da linguagem e da subjetividade de cada ser humano. Assim, uma educação autoritária, que marca a primazia do significado funcional mais que o sentido, ou uma indústria cultural e […]

A Dialética do gosto: Informação, música e política – Marco Schneider

Seu argumento central é “se o gosto é expressão e medida do valor de uso dos bens, materiais e simbólicos, e ao mesmo tempo o substrato sensível das ideologias, e se a informação – em especial a midiatizada – é o principal agente responsável pela formação dos gostos nas sociedades contemporâneas, logo a informação midiatizada […]

Diário para descolorir – Alex Frechette

Se é verdade que a arte de maior interesse, de maior impacto e de maior poder de transformação nos dias de hoje (não mais o contemporâneo, já um conceito capturado; mas o dia-a-dia, os dias de hoje: hoje) é aquela que, deslocado o ponto de apoio do eixo estético (já feito), e também do filosófico […]

Catálogo da exposição Da Escrita Delas _ Elas

Catálogo da exposição Da Escrita Delas _ Elas que aconteceu na Galeria do Lago, Museu da República, com a curadoria de Fabiana de Moraes e Isabel Sanson Portella, com o patrocínio da Funarte. Baixe o catálogo na íntegra.

O olho do lince – Guilherme Zarvos

Poemas por toda parte (o papel, a imagem, a letra, o ato-desenho); neles, um arcaísmo maciço – poemas-inscrições, um livro e suas cavernas anteriores. Frases curtas, amplas e gráficas: mesmo a escrita fonética, grafismos: com o susto alegre da cor alegre.

A outra morte de Alberto Caeiro – Afonso Henriques Neto

De acordo com Sérgio David Nazar, “Afonso Henriques Neto dá-nos um livro de poeta-leitor, leitor sensibilíssimo da obra de Pessoa. Campos e Reis insinuam algo que está quase escondido em Caeiro: o pastor sem cajado, o pastor de rebanhos não guardados. O diálogo com a poesia do Mestre, empreendido por Afonso Henriques Neto, termina por […]

S.O.S. Poesia – Renato Rezende e Dirk Vollenbroich

Catálogo da exposição S.O.S. Poesia da dupla de artistas Renato Rezende e Dirk Vollenbroich no MAR – Museu de Arte do Rio. De acordo com o curador Paulo Herkenhoff, o projeto S.O.S. Poesia inaugura o programa MAR Extracúbico, propõe abrigar experiências e projetos que demandam uma apresentação para além dos limites físicos e institucionais de […]

Do tudo e do todo – Cláudio Oliveira

“Este livro é uma verdadeira festa de filologia. Dessa digna e grisalha disciplina, Cláudio Oliveira extrai o melhor: uma atenção erudita e ao mesmo tempo inventiva ao detalhe escrito assim como a convicção de que num tal detalhe não mora nem o Diabo nem Deus, mas, antes, aquela gratuita, livre, embora exigente, força de transcender […]

Almas selvagens – André Gardel

“Máquina de trituração e reprocessamento de símbolos primordiais de várias culturas, Almas selvagens se deixa ler, também, como uma afirmação dionisíaca da força da palavra, essa arma selvagem que André Gardel tão bem maneja” Antonio Carlos Secchin

1,68 x 1,81 – Maria André Leite

1,68X1,81, livro de estreia de Maria André Leite, traz uma voz poética que se move entre versos livres e monólogos interiores de um sujeito lírico que, em diferentes estágios de experiência, tenta operar con- hecimento de mundo através da escrita.

Em caso de emergência pare o tempo – Gab Marcondes

“Parece-me que o maior valor desta poesia é que, mesmo já sendo uma poeta claramente dona de seu instrumento, Gab não abre mão do fascínio da pesquisa com a palavra o que a vai certamente consolidar como uma das boas poetas brasileiras contemporâneas.” Heloisa Buarque de Hollanda Poemapps é um projeto de Bruno Vianna e […]

Cérebro-Ocidente/Cérebro-Brasil – Roberto Corrêa dos Santos

Este livro investiga e disctute atos de vida artística, literária, social e política, tomados como escrituras, e pensados e expostos segundo exigências formais, históricas, teóricas e epistemológicas contemporâneas, situando-se pois assim em campo ampliado. Tal empenho levou em conta produções plástico-discursivas, bem como produções teórico-crítico-histórico-discusiva: todas as que se pode recorrer para suplementar as investigações […]

Pororoca: a Amazônia no MAR – Paulo Herkenhoff (org)

A primeira parceria entre a Circuito e o MAR – Museu de Arte do Rio, é o catálogo/livro da exposição sobre arte amazônica que ocorreu no Museu, referência fundamental para todos os interessados no assunto, com ensaios de diversos estudiosos e artistas, organizados por Paulo Herkenhoff, que também assina vários textos.

Nove tiros em Chef Lidu – Paula Bajer Fernandes

De acordo com João Anzanello Carrascoza, que assina a orelha, esta é “uma obra que tem tudo para magnetizar a imaginação de quem gosta de tramas engenhosas, mas que, dispensando os cenários exóticos – o desfecho todavia será em Paris –, emergem do cotidiano de cidades como São Paulo. E nada deixam a desejar aos […]

Diário em progresso – Alex Frechette

Diário em progresso é um relato pessoal do contexto político e social do Rio de Janeiro em 2013-2014. As Jornadas de Junho, os movimentos de ocupação e as ações de ativismo no Rio de Janeiro são alguns dos tópicos abordados neste livro, que dialoga com a ideia de “obra em progresso”, de trabalho em constante […]

Naxos – Elsa Cross

A poética de Elsa Cross, de elevado teor espiritual, entronca-se tanto na tradição da mística ibérica como na mutação que os filhos do Ocidente sofrem, há séculos, quando se abrem a experiências vitais e de estudo das religiões da Índia, que incluem a prática da meditação. Daí o caráter eminentemente sincrético desse olhar/sentir da poeta […]

Notas, disparos, sublinhados – María Moreno

“Não me recordo da época em que não lia. Deve ser porque as recordações misteriosas, reinvitadas vez ou outra enquanto se arrastam pelas décadas, e os relatos interessados (sedutores, vitimizadores, patéticos) costumam a abrir caminho pela amnésia dos primeiros anos antes de aprendermos a ler. Quantas vezes contei que minha mãe, pouco depois que comecei […]

O capitão Nemo e eu – Alfredo Prior

“Apenas quem viveu em idílio constante com a beleza, morrerá em seus braços. Os últimos instantes dos grandes mestres são, normalmente, tão harmoniosos e extasiantes como foi o resto de suas vidas. O cuida- do em estar sempre em consonância com a poesia do Universo faz com que estejam todo momento a ponto de entrar […]

O homem mais portátil do mundo – Arturo Carrera

“O assombro, a via das sensações que anulam o homem para que seja unicamente essa voz cha- mada “criança”. Criança para atravessar os afetos, os preceitos e as sensações. Não escrevemos, atra- vessamos as cores, os sons, um ritmo, as formas. Escuto um poema que me espera como a uma voz, essa voz que muda […]

Intervenções críticas – Josefina Ludmer

“Imaginemos o seguinte. Muitas escrituras do presente atravessam a fronteira da literatura (os parâmetros que definem o que é literatura) e ficam fora e dentro, em uma posição diaspórica: fora, mas presas em seu interior. Como se estivessem “em êxodo”. Continuam aparecendo como literatura e têm o formato livro (são vendidas em livrarias e pela […]

Os novos bárbaros – a aventura política do Fora do Eixo

Em parceria com a editora Aeroplano, a Circuito distribui este importante livro de Rodrigo Savazoni, que, de acordo com Heloísa Buarque de Hollanda, representa “a primeira pesquisa séria sobre o poder e as contradições do revolucionário horizonte político e cultural que vem sendo gestado na web”, a partir do estudo de caso do FdE. Rodrigo […]

Imagens na educação em ciências

Em parceria com a editora Lamparina, a equipe Circuito produziu este importante estudo sobre o uso de imagens na educação. Organizado pelas pesquisadoras Carmen Irene C. de Oliveira e Lucia Helena Pralon de Souza, o livro teve o apoio da Faperj.

A reflexão atuante – Sergio Cohn

De acordo com Fred Coelho, no prefácio do livro, “se tivéssemos que amarrar o conteúdo do que lemos em A reflexão atuante, teríamos sua síntese na definição de um “poeta libertário” no comando de suas escritas… a trajetória de Sergio e da Azougue se confundem com a trajetória de uma geração de poetas brasileiros que […]

O Ser-se – Júnia Azevedo

Ambientado no Rio de Janeiro e em Lisboa, o livro fala da busca de identidade de uma mulher, após um intenso processo de psicanálise e da traição de seu grande amor. De acordo com Nádia Batella Gotlib, que assina o prefácio, “a personagem tal como, pela mão de Clarice Lispector, percorre porões da condição humana […]

Cidades Visíveis – Halley Margon

Halley Margon nasceu em Catalão (GO) em 1956. É autor dos romances Paisagem com cavalo (menção honrosa no Prêmio Sesc de Literatura 2009) e No inferno os ventos sopram de todas as direções (2012). “Cidades visíveis” é seu primeiro livro de fotografias.

N’Ágorainda – Naila Rachid

“Naila Rachid não teve pressa, a decantação do livro se operou de maneira lenta e poderosa, e hoje temos nas mãos toda essa densa matéria poética, tecida de assombros e linguagem tensa. O título do volume, fusão que conduz ao centro lírico de abstrata, teatral, grega praça pública, é instigante e intrigante, alguém com uma […]

Os nomes – Rogério Luz

Os Nomes é uma obra premiada na categoria poesia do Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura – 2013, pelo Governo de Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e a Superintendência de Publicações e Suplemento Literário. Foi aqui acrescida uma segunda parte com Mais Nomes.

Caixa-Preta – Mariana Roquette-Pinto

Em Caixa Preta, Mariana Roquette-Pinto, exímia encadernadora de livros – esses objetos amados e temidos, que jazem no cerne da tradição de nossa civilização, ao mesmo tempo matéria e espírito, alvos de violência, fetiche e fascínio – expande e desdobra ainda mais o significado simbólico deste artefato (o livro), usando-o como suporte para sua arte, […]

Laura Lima – Renato Rezende (ed.)

Renato Rezende (editor da Circuito) e sua equipe editaram o livro Laura Lima que consagra a artista brasileira ao receber o prêmio B.A.C.A, em uma co-edição entre o Bonnefanten Museum (Holanda), e o Museo de Arte Moderno de Buenos Aires (MAMBA).

Comunidades sem fim

A noção de comunidade está no cerne das grandes questões que através dos últimos cem anos desfilaram e desfilam ainda diante de nós: comunidades culturais, de sangue, de origem, raça, e filiação; comunidades nacionais ou minoritárias, resistentes e hegemônicas; comunidades de gênero, de práticas sexuais; comunidades identitárias, religiosas, territoriais, periféricas, suburbanas, de bairro; comunidades solidárias; […]

Milton Machado – Cabeça

A Circuito e a Vak traduções entram como apoio da Philae no livro que reúne toda a obra de Milton Machado.

Rasga-mortalha – poemas dos outros – W. B. Lemos

Rasga-mortalha – poemas dos outros, primeiro livro de poesia de W. B. Lemos, possui uma dicção própria ousada, fruto de um diálogo obsessivo com escritores de várias linhagens, a exemplo dos poetas Baudelaire, Pessoa, Gertrude Stein, Bukowski, Drummond, Murilo Mendes e Leminski, entre outros, além de prosadores do naipe de Machado de Assis e Murilo […]

Lira dos sentidos – Carlos Henrique Costa

Para Ivan Junqueira, em CHC, a poesia, em vez de aceitar como causa mortis o lugar-comum, “Preferiu moradia / em lugar mais fecundo: / lugar-nenhum.” É com base nesse tom satírico e de brevidade expressiva que deve ser entendida a lírica do autor, consciente de que “somos perfeitos em nossa imperfeição” e também de que, […]

Nós, o outro, o distante na arte brasileira contemporânea

Este livro, fruto de anos de estudos da crítica de arte Marisa Flórido Cesar, atualiza para o contexto da arte brasileira, em si única em sua contribuição para a contemporaneidade, questões de fundamental importância para a compreensão da arte e do mundo de hoje, na contaminação entre arte, política, pensamento e afeto, interrogando o esgotamento […]

A grande marcha – Ewerton Martins Ribeiro

Com A Grande Marcha, o jovem escritor Ewerton Martins Ribeiro está debutando no cenário literário brasileiro. A novela é uma grata surpresa em vários sentidos, a começar pelo próprio projeto literário do autor, que extraiu argumentos do romance A insustentável leveza do ser, de Milan Kundera, sobretudo em relação à marcha, à manifestação coletiva e […]

Entre lobo e cão – Claudia Roquette-Pinto

Uma mulher e seu corpo: é nessa zona nebulosa e fugidia que os fragmentos da escrita e as colagens de Claudia Roquette-Pinto se inscrevem, numa insistência delicada e potente, no desafio de transpor, por meio da matéria textual, o que parece ser da ordem do inapreensível. Para tanto, ela mergulha na linguagem até perder o […]

A hora da razão – Nuno Ramos

Hora da razão é o catálogo da exposição do artista Nuno Ramos na Caixa Cultural no Rio de Janeiro, 2013 e inaugura a parceira entre a editora Circuito e a produtora carioca Tisara. O conteúdo do catálogo pode ser baixado na íntegra clicando aqui.