Autores


Afonso Henriques Neto

Nasceu em Belo horizonte, Minas Gerais, em 17 de junho de 1944. Formou-se em Direito pela primeira turma da universidade de Brasília em 1966. Mora no Rio de Janeiro desde 1972.
É professor associado aposentado do Departamento de Estudos Culturais e mídia, da universidade federal fluminense. Obteve o título de Doutor em Comunicação pela universidade federal do Rio de Janeiro em 1997.

Na Circuito, é autor do livro A outra morte de Alberto Caeiro.


André Gardel

André Gardel é escritor, compositor de música popular e professor de Teoria de Teatro e de Letras da UNIRIO.

Na Circuito, é autor do livro Almas Selvagens.


Adriana Tabalipa

Artista visual que iniciou sua trajetória artística no final dos anos 1980. Sua poética perpassa performances, objetos, pinturas, gravuras e desenhos, apresentados em exposições coletivas e individuais no Brasil e no exterior, com trabalhos que revelam objetos e lugares do cotidiano, além de aludirem diretamente à relação entre eles e o corpo humano, revelando a medida existente nessa relação.

Na Circuito, é autora do livro de artista The End Factory Project.


Alberto Saraiva

Curador do Oi Futuro, no Rio de Janeiro, dedicado à curadoria sobre arte e tecnologia. É formado em Arte Educação e Museologia e possui especialização em Arte e Filosofia. Tem publicado textos críticos e teóricos sobre arte contemporânea e vem se dedicando à pesquisa sobre videoarte, novas tecnologias e poesia visual brasileira. Foi co-curador da Bienal do Fim do Mundo, em 2009.

Na Circuito, é autor do livro-poema O céu da célula e entrevistado no livro Poesia e videoarte, de Renato Rezende e Katia Maciel.


Ana Kiffer

Professora do Programa de Pós-Graduação em Literatura, Cultura e Contemporaneidade do Departamento de Letras da PUC-Rio. Diretora de Programa no Collège International de Philosophie, em Paris. Bolsista de Produtividade CNPq e Jovem Cientista do Estado (Faperj). Vem trabalhando nos últimos anos sobre as relações entre corpo e escrita, com destaque para escritores como Antonin Artaud e Glauber Rocha. Publicou na Espanha Antonin Artaud – uma poética do pensamento (2003), assim como diversos artigos sobre a questão do corpo e da fome nos escritos de Glauber Rocha.

Na Circuito, é co-organizadora da Coleção Pensamento Vivo.


Ângela Dias Maria

Professora de Literatura Brasileira e Literatura Comparada na UFF.

Na Circuito, é co-autora do livro Comunidades sem fim.


Bitu Cassundé

Mestre pela Escola de Belas Artes da UFMG, atualmente desenvolve pesquisa de doutorado na ECA USP e participa do grupo de crítica do Centro Cultural São Paulo. Foi curador assistente e coordenador de pesquisa no MAC CE (1998-2007). Integrou a equipe curatorial do Programa Rumos Artes Visuais do Itaú Cultural (São Paulo, 2008-2009); entre 2009 e 2011 dirigiu o Museu Murillo La Greca em Recife.

Na Circuito, aparece como entrevistado no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Brígida Baltar

Brígida nasceu no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha. Estudou na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro, e frequentou o grupo Visorama (formado por artistas), no final dos anos 80. Já nos anos 90 começa a participar de exposições importantes, como a Bienal de Havana, em 1994, e Panorama de Arte Brasileira, em 1997. Entre as exposições recentes mais importantes estão After Utopias, Museu Pecci, Itália, 2009; e An Indoor Heaven, no Firstsite, em Colchester, Inglaterra, em 2006. Em 2007, faz a instalação Passagem Secreta, na Fundação Eva Klabin, no Rio de Janeiro, e integra o Panorama de Arte Contemporânea 2007, no Museu de Arte Moderna de São Paulo e Alcalá Madrid.

Na Circuito, é autora do livro Passagem secreta, sobre sua obra, recipiente da bolsa Conexões Funarte Artes Visuais, e entrevistada no livro Poesia e videoarte, de Renato Rezende e Katia Maciel.


Caio Meira

Nasceu em Goiânia (1966) e vive no Rio de Janeiro desde 1984. Graduou-se em psicologia e tem pós-graduação em Teoria Literária/Poética (UFRJ, 2002). Além de traduções, textos teóricos e artigos sobre literatura, é autor dos livros de poesia No oco da mão, Corpo Solo (1998), Coisas que o primeiro cachorro na rua pode dizer (2003) e Romance, com o qual ganhou a bolsa Funarte para conclusão de obras literárias.

Na Circuito, é autor de Romance, que, além de livro inédito, reúne sua obra poética completa.


Carlos Henrique Costa

Carioca de 1966, cantor, compositor, letrista e poeta.

Na Circuito, é autor de Lira dos Sentidos.


Cauê Alves

É mestre e doutor em filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, FFLCH-USP. É professor do Departamento de Arte da Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC-SP. Escreve regularmente sobre arte contemporânea e tem experiência em história da arte, teoria da arte e estética.

Na Circuito, aparece como entrevistado no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Cláudio Oliveira

Nasceu no Rio de Janeiro em 1968. Coordenador da série Agamben da coleção Filô da editora Autêntica. É graduado, mestre e doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e professor associado do Departamento de Filosofia da Universidade Federal Fluminense (UFF), onde leciona desde 1994. Atua nas áreas de Filosofia Antiga e Contemporânea, Filosofia e Psicanálise e Estética. Organizou Filosofia, psicanálise e sociedade (Azougue, 2011) e uma tradução do Íon de Platão (Autêntica, 2012).

Na Circuito, é colaborador do livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


Clarissa Diniz

É graduada em Lic. Ed. Artística/Artes Plásticas pela Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, e é mestranda do Programa de Pós-Graduação em Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). É editora da Tatuí, revista de crítica de arte e gerente de conteúdo do MAR (Museu de Arte do Rio).

Na Circuito, aparece como entrevistada no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Cláudio Oliveira

Cláudio Oliveira é Doutor em Filosofia pela UFRJ e Professor Associado do Departamento de Filosofia da UFF.

Na Circuito, é autor do livro Do tudo e do todo.


Christophe Bident

Professor de Estudos Teatrais da Universidade de Picardia Jules Verne (Amiens), onde dirige o Instituto de Artes. É autor de Maurice Blanchot, partenaire invisible (ChampVallon, 1998), Bernard – Marie Koltès, Généalogies (Farrago, 2000), Reconnaissances – Antelme, Blanchot, Deleuze (Calmann-Lévy, 2003). Editou dois volumes de artigos de Blanchot (Gallimard, 2007, 2010).

Na Circuito, é co-organizador do livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


Cristiana Tejo

Curadora independente, doutoranda em Sociologia (UFPE) e co-fundadora do Espaço Fonte – Centro de Investigação em Arte. É curadora do Projeto Made in Mirrors, que envolve intercâmbio entre artistas do Brasil, China, Egito e Holanda. Foi coordenadora-geral de Capacitação e Difusão Científico-Cultural da Diretoria de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco (janeiro de 2009 – outubro de 2011) e co-curadora do 32º Panorama da Arte Brasileira do MAM–SP (2011)

Na Circuito, aparece como entrevistada no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Daniela Labra

Curadora de artes visuais e crítica de arte, doutoranda em História e Crítica da Arte pela PPGAV EBA/UFRJ desde 2010. Desenvolve projetos de curadoria, escrita crítica e pesquisa na área de Artes Visuais, com ênfase na produção contemporânea, atuando principalmente nos temas: arte brasileira contemporânea, performance arte e intervenções urbanas. Desde 2004 apresenta palestras e organiza seminários sobre Arte Contemporânea; é livre docente do assunto desde 2005

Na Circuito, aparece como entrevistada no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Elsa Cross

Doutora em Filosofia pela Universidad Nacional Autonoma de México, onde é professor titular de Filosofia da Religião.

Na Circuito, é autor de Naxos.


Ewerton Martins Ribeiro

É escritor, jornalista da Universidade Federal de Minas Gerais e mestrando em Estudos Literários também na UFMG.

Na Circuito, é autor de A grande marcha.


Felipe Scovino

Professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi curador, dentre outras, das exposições Arquivo contemporâneo (MAC, Niterói, 2009), Décio Vieira: investigações geométricas (Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, 2010), Entre desejos e utopias (A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, 2010), João José Costa: superfícies em expansão (Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, 2011), Cao Guimarães: A estética da gambiarra (Cavalariças, Parque Lage, Rio de Janeiro, 2012) e Lygia Clark: uma retrospectiva (Itaú Cultural, São Paulo, 2012) com Paulo Sergio Duarte.

Na Circuito, aparece como entrevistado no livro Conversas com curadores e críticos de arte e co-autor de Coletivos, ambos da Coleção Circuito.


Fernanda Gentil

Nasceu no Rio de Janeiro, é graduada em Comunicação Social na ECO/UFRJ, mestra em Antropologia no Museu Nacional/UFRJ e doutoura em Letras na PUC–RIO. Atualmente é pesquisadora no PACC/UFRJ.

Publicou pela editora Circuito Vertigens e Nós somos uma correspondência, projeto selecionado em edital da FUNARTE, 2010.


Fernanda Lopes

Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Jornalista, curadora e crítica de arte independente. É editora do site ARTINFO Brasil e professora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage (RJ). Foi curadora associada de Artes Visuais do Centro Cultural São Paulo – CCSP de fevereiro de 2010 a março de 2012. É integrante do Grupo de Crítica do Paço das Artes desde 2010. Mestre em História e Crítica de Arte pela Escola de Belas Artes – UFRJ (2006), sua tese de mestrado, Éramos o time do Rei, ganhou o Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça, da FUNARTE, em 2006.

Na Circuito, aparece como entrevistada no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Fred Coelho

Pesquisador e ensaísta, doutor em literatura pela PUC-Rio e mestre em história pelo IFCS/UFRJ. Participa como pesquisador associado do Núcleo de Estudos em Literatura e Música (NELIM) da PUC-Rio. Publicou artigos em coletâneas e livros sobre música, futebol e comportamento e organizou, ao lado de Santuza Naves e Tatiana Bacal, o livro MPB – Entrevistas pela Editora UFMG (2005). Organizou com Sérgio Cohn pela Azougue Editorial alguns volumes da Coleção Encontros e livros sobre os escritos de Hélio Oiticica.

Na Circuito é co-autor do livro DJs da coleção Circuito.


Gab Marcondes

Gab Marcondes é poeta e artista visual.

Na Circuito publicou o livro de poemas Em caso de emergência pare o tempo.


Gabriela Kremer Motta

Curadora, crítica e pesquisadora em artes visuais. Atualmente desenvolve pesquisa de doutorado na ECA – USP sobre os artistas Nelson Felix e Nuno Ramos. Integra, como curadora, a equipe do programa Rumos Itaú Artes Visuais 2011/2013. Em 2012 desenvolveu projetos com as instituições MAC – USP, MAC Niterói e Fundação Iberê Camargo. Em 2010 foi contemplada com a Bolsa Funarte de Estímulo à Produção Crítica em Artes Visuais.

Na Circuito, aparece como entrevistada no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Guillaume Gesvret

Prepara sua tese de doutorado entitulada Samuel Beckett: plasticité littéraire et modernités artistiques na Université Paris-Diderot. É membro do comitê editorial da revista Limit(e) Beckett e professor de literatura em Seine-Saint-Denis.

Na Circuito, é colaborador do livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


Guilherme Bueno

Historiador e crítico de arte, leciona na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e no Instituto de Artes da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro). Doutor em artes visuais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, foi professor colaborador da Escola de Belas Artes da instituição (EBA/UFRJ) e membro da equipe editorial da revista Arte & Ensaios. Dirigiu a Divisão de Teoria e Pesquisa do Museu de Arte Contemporânea de Niterói e integrou diversas comissões de júri da Funarte e de outras instituições no Brasil.

Na Circuito, é co-autor de Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Guilherme Zarvos

escritor, produtor cultural, professor, cientista social e economista brasileiro. É figura central e aglutinadora da poesia carioca desde 1990 através, principalmente, de sua atuação no evento CEP 20.000 (Centro de Experimentação Poética), por onde escoou, desde então, grande parte da produção artística do Rio de Janeiro.

Na Circuito, é autor do livro Olho do lince.


Halley Margon

Halley Margon nasceu em Catalão (GO) em 1956. É autor dos romances Paisagem com cavalo (menção honrosa no Prêmio Sesc de Literatura 2009) e No inferno os ventos sopram de todas as direções (2012). “Cidades visíveis” é seu primeiro livro de fotografias.

Na Circuito, é autor de Cidades visíveis.


Heleno Bernardi

Artista visual, nasceu em Ouro Fino, MG, e vive e trabalha no Rio de Janeiro. Com intervenções urbanas, instalações, fotografias, objetos e outros suportes, aborda o enfrentamento do corpo com a cidade e em relações interpessoais. Participou do Ano Brasil na França (2005) e Ano Brasil em Portugal (2013) com exposições individuais em Nice e Lisboa, respectivamente. Publicou os livros Apology of Socrates (H2O/Doors Galerie, 2006) e Enquanto falo as horas passam (H2O, 2010).

Na Circuito, é autor de Truques de autor – um romance site-specific.


Hervé Joubert-Laurencin

Professor de Estudos Cinematográficos e diretor do Centro de Pesquisas em Artes da Universidade de Picardia Jules Verne (Amiens). É especialista na obra de Pier Paolo Pasolini, no cinema de animação e nos escritos de André Bazin. É tradutor do italiano. Entre suas obras: Pasolini: portrait du poète en cinéaste (1995); La lettrevolante. Quatreessaissur le cinémad’animation (1997); Le dernier poèteexpressionniste. EcritssurPasolini( 2005); Opening Bazin, obra coletiva organizada com Dudley Andrew (Oxford University Press, 2011), Salò ou les 120 journées de Sodome (ensaio, janeiro 2012).

Na Circuito, é colaborador do livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


Janaína Melo

Historiadora formada pela UFMG, pós-graduada em artes. Trabalhou no Museu de Arte da Pampulha, foi curadora de arte e educação do Instituto Inhotim, professora da Escola Guignard, em Belo Horizonte e, atualmente, gerente de educação do Museu de Arte do Rio (MAR).

Na Circuito, aparece como entrevistada no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


João Camillo Penna

Tem Mestrado e Diplômes d’Études Approfondies em Letras Modernas pela Université de Paris VIII-Vincennes/Saint Denis; PhD em Literatura Comparada pela University of California, Berkeley; e Pós-Doutorado pela Université Paris 7-Denis Diderot. É professor de Literatura Comparada e Teoria Literária da UFRJ. Foi professor visitante em UC Santa Barbara entre 1997 e 1998, e em UC Berkeley em 2007. Tem um livro de poesia publicado, Parador (Rio de Janeiro: Móbile, 2011), e uma coletânea de artigos no prelo, Escritos da sobrevivência (Rio de Janeiro: 7Letras, 2013). Escreve sobre crítica da violência, Michel Foucault, Georges Bataille e poesia.

Na Circuito, é colaborador do livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo e autor do livro Comunidades sem fim.


Joca Vidal

Trabalha como DJ e produtor desde 2002, mas pesquisa música desde que se entende por gente. Formado em economia e com pós graduação em marketing, além de ser ex-funcionário de empresas como IBM, Sony e Bradesco Seguros, começou agenciando artistas de fora do Brasil para tocar em festas no Rio de Janeiro e não parou mais. Em parceria com Marcelo Gusmão é sócio da Binômio Comunicação que atende clientes como CUFA, Inova.tv, Multiplicidade, entre outros.

Na Circuito é co-autor do livro DJs da coleção Circuito.


Juliana Gontijo

Pesquisadora em arte contemporânea, docente e curadora. Doutoranda em História e Teoria da Arte na Universidade de Buenos Aires. Em 2013 foi contemplada com a Bolsa Funarte de Estímulo a Produção Crítica em Artes Visuais, que resultou na livro Distopias Tecnológicas, publicada pela Circuito.


Júnia Azevedo

Nasceu no Rio de Janeiro em 1965 e formou-se em Comunicação Social pela PUC-RJ.

Na Circuito é autora de O Ser-se.


Lucia Castello Branco

Atualmente é professor titular em Estudos Literários da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Portuguesa, Teoria da Literatura e Literatura Comparada, atuando principalmente nos seguintes temas: escrita, poesia, feminino e psicanálise.

Na Circuito é autora do livro de contosPreces para a amiga submersa da coleção Circuito.


Kamilla Nunes

Graduou-se em artes plásticas pelo Centro de artes da universidade do estado de santa Catarina (ceaRt/udesc). Foi curadora do programa de exposições do Memorial Meyer Filho de 2007 a 2011. Entre suas últimas curadorias, encontra-se a participação na equipe da Bienal internacional de Curitiba [prêmio Jovens curadores, pR, 2013]; “sumidouro” [laboratório curatorial da sp-arte, coordenado por Adriano Pedrosa, sp, 2012]; “a extensão das coisas” [memorial meyer filho, sc, 2011]; “Faça algo errado, e diga que fui eu que mandei fazer”, [galeria VK/sesc Joinville, sc, 2011]; “Ó lhó lhó” [sessão corredor do ateliê 397, sp, 2011].

Na Circuito, é autora de Espaços autônomos de arte contemporânea.


Katia Maciel

Artista, poeta, pesquisadora do CNPq e professora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Publicou, entre outros, os livros Letícia Parente (org. com André Parente, 2011), O Livro de Sombras (org. com André Parente, 2010), O que se vê, o que é visto (org. com Antonio Fatorelli, 2009), Transcinemas (2009), Cinema Sim (2008), Brasil experimental, de Guy Brett (org. 2005), Redes sensoriais (em parceria com André Parente, 2003), O pensamento de cinema no Brasil (2000) e A Arte da Desaparição, de Jean Baudrillard (org. 1997).

Na Circuito, é co-autora, ao lado de Renato Rezende, de Poesia e videoarte.


Laura Lima

Um dos nomes que se destacam na nova safra da arte contemporânea brasileira e com uma marcante carreira internacional, participou em duas Bienais de São Paulo (Antropofagia de 1998 e Como Viver Junto de 2006), duas edições da Bienal do Mercosul (Porto Alegre), na 11º Bienal de Lyon, França, To Age (Chapter Art Centre – Cardiff, Inglaterra); A little bit of history repeated (Kunst Werke, Berlim), Spectacular, Kunst Palast, 11 e 12 Rooms, Manchester Art Festival 2011 e Trienal de Rurh 2012; no Panorama da Arte Brasileira 2001 e 2006, entre outras.

Na Circuito, é entrevistada no livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


Luisa Duarte

Crítica de arte e curadora independente. Mestre em filosofia pela PUC-SP. Membro do conselho consultivo do MAM-SP. Crítica de artes visuais do jornal O Globo. Lecionou na graduação de artes visuais da Faculdade Santa Marcelina entre os anos de 2008 e 2009. Foi membro do grupo de críticos de CCSP entre 2007 e 2010.

Na Circuito, aparece como entrevistada no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Luiz Bras

Alguns dos melhores textos publicados no Brasil nas últimas décadas foram escritos por esse viajante duplo, ansioso por partir, mas desesperançado, que se situa no espaço forjado entre as máscaras de Nelson de Oliveira e Luiz Brás.

Na Circuito, o autor tem Pequena coleção de grandes horrores, com uma bolsa do Programa Petrobras Cultural, 2012.


Marcelo Campos

Professor Adjunto do Departamento de Teoria e História da Arte e Coordenador da Graduação em Artes do Instituto de Artes da UERJ. Professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Doutor em Artes Visuais pelo PPGAV da Escola de Belas Artes/ UFRJ. Desenvolveu tese de doutorado sobre o conceito de brasilidade na arte contemporânea. Possui textos publicados sobre arte brasileira em periódicos e catálogos nacionais e internacionais.

Na Circuito, aparece como entrevistado no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Marcelo Jacques de Moraes

Doutor em Literatura Francesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde trabalha como professor de Literatura Francesa desde 1994. É pesquisador do CNPq desde 2000, e fez estágios pós-doutorado na França em 2003 e em 2010 (Paris 8 e 7), trabalhando sobretudo em torno da poesia francesa moderna e contemporânea. É também tradutor. Publicou vários artigos em revistas e livros no Brasil e na França, em torno de autores como Diderot, Baudelaire, Rimbaud, Bataille, Barthes, Ponge e Deguy, entre outros.

Na Circuito, é colaborador do livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


Maria André Leite

Maria André Ramos Leite nasce a 19 de Maio de 1998 em Portugal, natural de São Miguel de Souto.

Na Circuito, é autora do livro 1,68 x 1,81.


Maria Dolores Wanderley

Autora de vários prestigiados livros de poesia, a autora é também paleontóloga e professora do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro desde 1997.

Na Circuito, é autora do livro de contos Cosmocrunch.


Marisa Flórido César

Pesquisadora, crítica de arte e curadora independente. Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais pela Escola de Belas-Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, na área de concentração de história e crítica de arte. Possui textos em livros, revistas de arte, catálogos e periódicos, no Brasil e no exterior.

Na Circuito, aparece como entrevistada no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito e autora do livro Nós, o outro, o distante na arte brasileira contemporânea.


Mauricio Cardozo

Nasceu em 1971, em Curitiba, onde atua como professor e tradutor de literatura.

Na Circuito é autor do livro Quarenta e Quatro.


Naila Rachid

Médica pela faculdade de Medicina na UFRJ com formação em psicanálise.

Na Circuito, é autora de N’Ágorainda.


Osmar Gonçalves

Doutor em Comunicação pela Universidade Federal de Minas Gerais, pesquisador e fotógrafo. Em 2013 foi contemplado com a Bolsa Funarte de Estímulo a Produção Crítica em Artes Visuais, que resultou na livro Narrativas Sensoriais, publicada pela Circuito.


Orlando Maneschy

Artista, curador independente e crítico. Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo e mestre com habilitação em Artes pelo
mesmo programa. É professor da FAV/UFPA. Realizou, dentre outras, as seguintes curadorias: Perspectivas – Cinco Olhares Sobre a Amazônia; Projeto Arte Pará 2008, 2009, 2010; Amazônia, a arte e Contra-Pensamento Selvagem (com
Paulo Herkenhoff, Clarissa Diniz e Cayo Honorato).

Na Circuito, aparece como entrevistado no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Paula Bajer Fernandes

Nasceu em Santos em 1962. Vive em São Paulo desde 1981. Formada em Direito na Universidade de São Paulo, onde também obteve títulos de mestre e doutor. Publicou livros na área jurídica, tornou-se Procuradora da República. Escreveu A Professora de Declamação, escolhido o melhor conto no Prêmio Sindi-Clube de Poesia Conto e Crônica em São Paulo, em 2012. Viagem Sentimental ao Japão, seu primeiro romance, foi selecionado como finalista no Prêmio SESC de Literatura, edição 2012/2013.

Na Circuito, é autora do policial Noves tiros em Chef Lidu.


Paulo Herkenhoff

Foi Diretor do Museu de Belas Artes do Rio de Janeiro e Curador-Chefe do MAM- Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Exerceu vários cargos de coordenação e direção de coleções e instituições de arte, e entre eles, foi curador do MoMA- Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, curador da Fundação Eva Klabin Rapaport, consultor da Coleção Cisneros (Caracas) e da IX Documenta de Kassel, em 1991. Entre 1997 e 1999 assumiu a curadoria geral da XXIV Bienal de São Paulo quando orquestrou um panorama da arte contemporânea mundial pelo prisma da Antropofagia.

Na Circuito é o organizador de Pororoca: a Amazônia no MAR.


Renato Rezende

Poeta premiado, doutorando em Arte e Cultura Contemporânea pelo Instituto de Artes da UERJ. Entre suas principais realizações como artista visual estão o projeto MY HEART, em parceira com Dirk Vollenbroich, montado na Fundação Baldreit, em Baden-Baden, Alemanha, em 2010, e no Instituto Oi Futuro em janeiro 2011; e o poema visual Eu posso perfeitamente mastigar abelhas vivas (Oi Futuro, Ipanema, Rio de Janeiro, maio-julho 2010).

Na Circuito, é co-autor de Conversas com curadores e críticos de arte e Coletivos, da Coleção Circuito, e de No contemporâneo: arte e escritura expandidas e autor do romance Amarração.


Ricardo Basbaum

Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Artista, escritor, crítico e curador. Trabalha em torno das relações sociais e interpessoais, desenvolvendo uma abordagem comunicativa para impulsionar a circulação de ações e formas. Com diagramas, desenhos, textos, peças de áudio e instalações cria dispositivos interativos nos quais a experiência pessoal e individual dos atores e observadores participantes desempenha papel relevante.

Na Circuito, é entrevistado no livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


Roberto Corrêa dos Santos

Doutor em Semiologia, com Pós-Doutorado pelo Núcleo de Estudos da Subjetividade Contemporânea, Professor de Estética e de Teoria da Arte do Instituto de Artes da UERJ, Pesquisador do CNPq, Procientista pelo Programa Prociência do Convênio UERJ/FAPERJ. Foi Professor de Teoria e de Semiologia dos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação das Instiuições PUC-Rio e UFRJ. Exerce atividades de artista no terreno das práticas a envolverem arte-escritura-clínica, além de realizar instalações corporais e vocais de natureza performáticas. Opera com o conceito artístico de Saúde que lhe permite elaborar trabalhos relativos ao que nomeia de Clínica de Artista. As linhas de força dessa operação de arte de entusiasmo e cura, de curadoria ampla, encontram-se no livro Modos de Saber, Modos de Adoecer – o corpo, a arte, o estilo, a história, a vida, o exterior (Ed. UFMG, 1989).

Na Circuito, é colaborador do livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo, co-autor de No contemporâneo: arte e escritura expandidas, e autor de Clínica de artisa I e II.


Rodrigo Savazoni

Realizador multimídia, jornalista, produtor cultural e pesquisador. Foi um dos criadores da Casa da Cultura Digital, espaço de colaboração e experimentação que começou em São Paulo e se expandiu para outros municípios do Brasil. Entre 2004-2007, dirigiu a Agência Brasil e, em 2009, criou a Plataforma CulturaDigital.Br, uma rede social voltada à construção de políticas públicas que recebeu Menção Honrosa no Prix Ars Electronica, o maior prêmio europeu de arte e tecnologia. Também coordenou os Fóruns da Cultura Digital (2009-2010) e o Festival CulturaDigital.Br (2011). É mestre em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC e autor de CulturaDigital.Br (Azougue, 2009) e A Onda Rosa-Choque – Reflexões sobre redes, cultura e política contemporânea (Azougue, 2013).

Na Circuito, é autor de Os novos bárbaros – a aventura política do Fora do Eixo.


Rogério Luz

Nasceu no Rio de Janeiro, é professor universitário aposentado da ECO-UFRJ.

Na Circuito, é autor de Os Nomes.


Sérgio Bruno Martins

Doutor em História da Arte pela University College London (UCL). Editou o número especial Bursting on the Scene: Looking back at Brazilian Art, do periódico inglês Third Text, e foi curador da exposição Dois Reais (Paço Imperial, 2012), do artista Matheus Rocha Pitta. Teve artigos, ensaios e resenhas publicados nas revistas Third Text, Artforum, Arte & Ensaios, Object, Lado 7 e Tatuí, entre outras.

Na Circuito, aparece como entrevistado no livro Conversas com curadores e críticos de arte da Coleção Circuito.


Tania Rivera

Psicanalista e ensaísta. Foi professora da Universidade de Brasília e desde 2011 faz parte do Departamento de Arte da Universidade Federal Fluminense (UFF). É pesquisadora do CNPq e autora de O avesso do imaginário (Cosac Naify, 2013), Cinema, imagem e psicanálise (2008), Guimarães Rosa e a psicanálise. Ensaios entre imagem e escrita (2005) e Arte e psicanálise (2002) – esses últimos por Jorge Zahar Editor. Editou a revista Humanidades (EdUnB) em 2009/2010. Organizou, com Vladimir Safatle, o livro Sobre Arte e Psicanálise (Escuta, 2006).

Na Circuito, é colaboradora do livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


Tatiana Grinberg

Tem pós-graduação em Artes Visuais pelo Goldsmiths College da University of London [British Council] e bacharelado em Comunicação Visual pela Escola de Belas Artes da UFRJ. Participou do primeiro grupo de artistas pesquisadores do Projeto UNIARTE [Faperj/UFRJ], do Programa Internacional de Ateliers da Künstlerhaus Bethanien em Berlim [Bolsa de Cultura Virtuose/MinC] e foi artista residente convidada na Gasworks em Londres e no Watermill Center em Long Island.

Na Circuito, é entrevistada no livro Experiência e arte contemporânea da Coleção Pensamento Vivo.


W. B. Lemos

Mestre em Literatura Brasileira pela UERJ e doutorando em Literatura Comparada na mesma universidade.

Na Circuito, é autor de Rasga-mortalha – poemas dos outros.